O Grande Desafio: um filme magnífico!

Imagine um filme com Denzel Washington (sou fã) e Forest Whitaker. Só pelos atores você já pode imaginar que é sucesso não é mesmo? E é! Adorei esse filme e recomendo que assistam, principalmente, professores!É um filme que depois que você assiste você permanece com ele pensando, pensando...
Acredite no poder das palavras.
Quem é o juiz?
O juiz é Deus!
Por que ele é Deus?
Porque ele decide quem ganha ou perde, não o meu adversário!
Quem é o adversário?
Ele não existe!
Por que ele não existe?
Porque ele é apenas uma voz discordante da verdade que eu falo!
Falar a verdade.
Melvin Tolson
Sinopse do Filme Descrição: Com roteiro de Robert Eisele, foi baseado na história real de Melvin B. Tolson (Denzel Washington), professor de uma pequena universidade voltada para negros no Texas no ano de 1935. O personagem de Denzel Washington é um professor que vive no Texas na década de 1930 e monta um grupo de debate com seus alunos universitários. Tolson conseguiu formar um time de debate, e, com muito esforço e enfrentando o racismo, os alunos foram capazes de superar os garotos da renomada Havard em uma competição nacional. Baseado em uma história verdadeira, o enredo gira em torno dos esforços de debate técnico Melvin B. Tolson (Denzel Washington) com a historicamente faculdade negra Wiley College para colocar sua equipe em pé de igualdade com os brancos na América do Sul durante os anos de 1930, quando as leis de Jim Crow eram linchamentos por qualquer crime comum e que geraram um medo generalizado para os negros. No filme, a equipe de Wiley eventualmente sucede ao ponto em que eles são capazes de um debate com a Universidade de Harvard. O filme também explora o meio social do Texas durante a Grande Depressão, incluindo não só o dia-a-dia dos insultos aos negros, mas também um linchamento. Também é descrito a performance de James L. Farmer, Jr., que, aos 14 anos, foi à equipe de Wiley debater após a conclusão do ensino médio (e que mais tarde passou a co-fundar o CORE, Congresso de Igualdade Racial). De acordo com o Houston Chronicle, uma outra personagem retratada na equipe, Samantha Booke, baseia-se sobre na vida real de Henrietta Bell Wells, "o único membro feminino da equipa de debate de 1930 Wiley College que participaram do primeiro debate colegiado inter-raciais Melvin B. Tolson é um grande poeta Africano americano cujos papéis estão alojados na Biblioteca do Congresso. A linha fundamental do diálogo, usado várias vezes, é uma paráfrase da famosa frase de Agostinho de Hipona (354-430): "Uma lei injusta não é uma lei." Outra linha importante, repetida em versões ligeiramente diferentes consoante o contexto, refere-se a fazer o que "tem que fazer", a fim de fazer o que se "pode fazer" para o que "quero fazer". Em todos os casos, essas linhas vitais são faladas por James L. Farmer, Sr. ou por James L. Farmer, Jr. Antecedentes históricos O filme retrata a equipe de Debate Wiley batendo Harvard College, em 1930. Esta reunião nunca ocorreu realmente. O debate provavelmente semelhante à retratada pelo filme foi a corresponder-se entre Wiley ea University of Southern Califórnia, que na época eram os campeões de debates. Wiley College realmente ganhar esse matchup. [5] De acordo com Robert Eisele: "Naquela época, havia muita coisa em jogo quando uma faculdade negra debatia com qualquer faculdade branca, especialmente uma com a estatura de Harvard. Harvard foi usada apenas para exemplificar a que alturas os alunos conseguiram ir. O filme omite uma outra realidade: mesmo depois de bater o atual campeão no Great Debaters, os negros não eram autorizados a chamar-se de vitoriosos, porque não eram realmente considerados como pertencentes à sociedade digna de debater. (Que horror, não?) é um filme baseado na história verdadeira de um time de debate todos os negros que bateu de Harvard em 1935, durante os campeonatos nacionais.
Frases do filme que adorei!
Melvin B. Tolson: "Estou aqui para ajudar você a encontrar, tomar de volta, e manter sua mente clara". Samantha: "O Estado está investindo cinco vezes mais para a educação de uma criança branca do que é apropriado para educar uma criança de cor. Isso significa que em outros melhor para a criança do que para aquela criança. Eu digo que é uma vergonha, mas o meu adversário diz hoje não é o dia para os brancos e mulatos irem para o mesmo colégio. Para compartilhar o mesmo campus. Para andar na mesma sala de aula. Bem, você gentilmente me dizer quando esse dia vai chegar? Será que vai vir amanhã? Será que vai vir na próxima semana? Em cem anos? Nunca? Não, o tempo para a justiça, o tempo para a liberdade e o tempo para a igualdade é sempre, e sempre é agora! "
"Fui para os bosques viver de livre vontade,
Para sugar todo o tutano da vida…
Para aniquilar tudo o que não era vida,
E para, quando morrer, não descobrir que não vivi!"
Thoreau
Além do ensino de Inglês e Literatura, Tolson usou suas altas energias em várias direções em Wiley. Ele treinou a premiada equipe de debate, a Wiley Forense Society. Durante sua turnê em 1935, eles romperam a barreira da cor e competiram contra a Universidade do Sul da Califórnia, derrotando-a. Tolson orientou os alunos, como James L. Farmer, Jr. e Sweatt Heman, que mais tarde tornaram-se ativistas de direitos humanos. Ele incentivou os seus alunos não apenas a ser pessoas de grande eloquência, mas também a defender os seus direitos. Esta foi uma posição controversa no segregado E.U. Sul do início do século e meados de 20. Ele morreu após cirurgia de câncer em Dallas, Texas, em 29 de agosto de 1966. Foi enterrado em Guthrie, Oklahoma.
A Desobediência Civil
A desobediência civil é uma forma de protesto na qual aqueles que protestam violam deliberadamente a lei. Normalmente, violam as leis contra as quais protestam, como a lei da segregação ou certos projetos de lei, mas às vezes violam outras leis que consideram irrepreensíveis, como a lei da propriedade privada ou as leis do trânsito. A maior parte dos ativistas que praticam a desobediência civil são absolutamente não-violentos e aceitam de forma voluntária sanções legais. O objetivo da desobediência civil pode ser chamar a atenção para uma lei injusta ou para uma causa justa; apelar à consciência do público; forçar autoridades relutantes a negociarem; «entupir a máquina» (na expressão de Thoreau) com prisioneiros políticos; ir a tribunal para pôr em causa a constitucionalidade de uma lei; recusar a participar ou pôr fim à cumplicidade pessoal na injustiça que decorre da obediência a uma lei injusta -- ou alguma combinação destas coisas. Apesar de a desobediência civil em sentido lato ser tão antiga quanto o desafio das parteiras hebraicas ao Faraó, a maior parte da teoria moral e legal que a rodeia, assim como a maior parte dos casos concretos, foram inspirados por Henry D. Thoreau, Mahatma Gandhi e Martin Luther King Jr.
O discurso de um garoto de 14 anos, James Farmer Jr, é um dos momentos mais emocionantes, na minha opinião. Segue o discurso abaixo:
" Fazemos o que temos a fazer, a fim de fazer o que queremos fazer".
"No Texas, eles lincham os negros. Meus companheiros e eu vimos um homem amarrado pelo pescoço e incendiado, pendurado em uma árvore. Nós dirigimos através de um linchamento e ficamos abaixados no carro. Olhei para meus companheiros. Eu vi o medo em seus olhos e, pior, a vergonha. Qual foi o crime que este negro cometeu para ser enforcado sem julgamento em uma floresta escura, cheia de nevoeiro. Foi ele um ladrão? Seria ele um assassino? Ou apenas um negro? Foi ele um parceiro? Um pregador? Seus filhos esperavam por ele me casa? E quem somos nós para apenas estar lá e não fazer nada? Não importa o que ele fez, a multidão era o criminoso. Mas a lei não fez nada. Apenas deixou-nos com a pergunta: "Por quê?" Meu adversário não diz que nada que corrói o Estado de Direito pode ser moral. Mas não há Estado de Direito no sul dos EUA. Não quando aos negros são negados habitação, escolas e hospitais.Não quando estamos sendo linchados. Santo Agostinho disse: "Uma lei injusta não é uma lei para todos" O que significa que eu tenho direito, até mesmo o dever de resistir. Com a violência ou a desobediência civil. Você deve orar para que eu escolha a segunda."
* (Não tem como não se arrepiar vendo esse discurso na voz de um garoto de 14 anos)
Curiosidades do Filme
Doação de Denzel Washington
Foi o primeiro filme desde 1979 para ser autorizado a película no Campus da Faculdade de Harvard.
Em 19 de dezembro de 2007, Denzel Washington anunciou uma doação de US $ 1 milhão a Wiley College, para que pudessem restabelecer a sua equipe de debate.
Sobre ser Diretor de cinema, Denzel disse: " O grande aprendizado da vida é fazer e aprender a cada etapa". ( Denzel Washington )
"Só tenho medo de Deus. Claro que eu tenho seguranças, mas não tenho medo. Não gosto de falar de coisas negativas. Lembre-se que você atrai o que te causa medo. Vou repetir: você atrai o que te causa medo. Você fica bom naquilo que é treinado. Se você tem um pensamento auto-negativo, vai acabar ficando bom nisso. Como do contrário... No caso positivo". ( Denzel Washington )

7 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns pela apreciação e a divulgação dela. Realmente é um dos melhores filmes que vi. De arrepiar pelo rico conteúdo. Me tornei mais culto e interessado pela leitura após ele. josuejbritto@gmail.com

Anônimo disse...

Muito bom este filme. Faz-nos refletir sobre as condições horríveis e deprimentes do racismo e preconceitos existentes na sociedade.

Anônimo disse...

Adorei este filme!

Quanto posso assisto,é uma lição de determinação e muita persistência. Para aqueles
que tem a alma senssivel e estão a procura de essencias de cultura e bom animo,esta é uma ótima receita.

PMBOK - Guia de boas praticas por tratar-se de uma história veridica.

Anônimo disse...

quando posso assistilo

Anônimo disse...

MUUUUUUUUUUUITO LEGAL!!!!!E UM FILME QUE TODOS DERVERIAM ASSISTIR...E UM, EXEMPLO DE SUPERAÇAO E ULTRAPASSAGEM DE LIMITES........SUAMMY E NAYARA...CETI JOAO DOS SANTOS BRAGA

Unknown disse...

sem palavras filme excelente!!!depois deste filme posso afirmar que me tornei uma pessoa melhor.....emocionante

Anônimo disse...

é mesmo muito legal aprendi varias coisas esse filme é muito importante

Postar um comentário

Siga por Email

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Gramática e Linguagem | Template created by O Pregador | Powered by Blogger |Personalizado por Jô Angel